Arquivo mensal: março 2012

Dica de Filme: Você de Novo

“A família de Marni (Kristen Bell) tem muitas novidades pela frente. Depois que ela comunica a todos que foi promovida no trabalho, acaba descobrindo que a futura cunhada (Odette Yustman) era a inimiga nº 1 que infernizou sua vida na escola. Agora, ela só pensa em fazer alguma coisa para impedir este casamento, apesar de sua mãe (Jamie Lee Curtis) insistir que ela deveria deixar tudo de lado. Até o momento em que as duas descobrem que a mãe (Sigourney Weaver) da futura nora também era um osso duro de roer. E agora? Esse casamento sai ou não sai?”

 

Essa é a típica comédia romântica em família, tenho certeza que você vai gostar, eu adorei!

Anúncios

Apostas da Semana

Shane Harper

 

Taylor Swift

 

Emeli Sandé

 

Espero que gostem :*

 

VIDA DE FILME

 

Eu não sei se você é do tipo que sonha, ou que é apaixonado por filmes, ou por seriados. Mesmo se não for, me responda, não dá uma vontade de ter a vida daquelas pessoas dos filmes que você assiste ? (dos que não forem de terror e guerras tá? )

Eu não sei ao certo, mas tem um quê na minha vida que sempre me leva pra esse lado. Eu sonho demais, alto demais. Com coisas que parecem estar completamente fora do meu alcance de realização, mas eu nem ligo. Eu sempre me senti um pouco frustrada pelo fato de a minha vida nunca ser como eu queria que fosse. Eu queria ter aquela vida de popstar, da garota que namora o cara mais gato do colégio, da pessoa que inventou o computador; e eu nunca tive nenhuma dessas vidas. Isso é triste, mas é real. Porém, há um mês atrás eu conversava com uma amiga lindíssima que eu tenho, a Ná, e contava pra ela as fofocas do momento, contava sobre as novidades da minha vida, já que fazia um tempo que não nos víamos.Foi então que, do nada ela soltou A FRASE – ká, sua vida parece um filme, daqueles seriados que você assiste, é tão legal ouvir você falando essas coisas, eu fico imaginando… – Ela disse isso e pode confirmar, caso você não acredite. E isso me fez pensar muito. Muito mesmo. Até que, eu cheguei em Santos depois de oito horas de viagem de ônibus, com o cabelo desgrenhado, um óculos de sol enorme para tampar minha cara amassada, camiseta, jaqueta, calça jeans e all star; eu entrei no táxi e a primeira coisa que o taxista perguntou pra mim, foi : você é atriz? – eu disse não e ele continou – nossa, você parece aquelas atrizes de Hollywood. – SIM, meu ego foi no céu.

Tudo isso me fez perceber que a minha vida é praticamente um filme, daqueles de comédia romântica que ao mesmo tempo que você diz ‘oun’, te mata de rir. Não que eu seja uma palhaça e faça muitas piadas, mas as coisas que acontecem comigo, são na maioria das vezes, inacreditáveis. Ou previsíveis. Ou incríveis. Eu tenho milhões de histórias pra contar pra todo mundo, já passei por cada coisa, já vivi cada situação, já conheci todo tipo de gente que você possa imaginar. Eu posso cometer erros, às vezes sem querer, às vezes sem saber, às vezes de propósito. Mas, muitas vezes, foram erros inesperados que me levaram aos melhores lugares. às coisas mais legais que eu tenho pra contar.

Por isso tudo, eu posso dizer, hoje, com toda certeza, que minha vida é um filme incrível e um dia, todo mundo vai poder assistir. Podem acreditar. E tem mais, você pode não concordar comigo, mas eu sei que a sua vida é assim também, cheia de boas histórias para contar.

Dica de Filme: De Pernas pro Ar / Água para Elefantes

DE PERNAS PRO AR

“Alice (Ingrid Guimarães)  já passou dos 30, é casada com João (Bruno Garcia), tem um filho e é uma executiva bem sucedida. Na verdade, ela é uma típica workaholic, que tenta se equilibrar entre a rotina de trabalho e a família, mas perde o emprego e o marido no mesmo dia. É quando ela passa a contar com a ajuda da vizinha Marcela (Maria Paula) para mostrar que é possível ser uma profissional de sucesso sem deixar os prazeres da vida de lado. Para isso, Alice vira sócia da nova amiga em um sex shop falido, enquanto Marcela ajuda ela a descobrir os prazeres dos sex toys. ”

– Adorei, comédia romântica muito boa!

 

ÁGUA PARA ELEFANTES

“Jacob Jankowski (Hal Holbrook) já passou dos 90 anos e não consegue esquecer seus momentos da juventude nos anos 30, período difícil da economia americana, que o levou a trabalhar num circo. Foi lá, enquanto era jovem (Robert Pattinson) e um ex estudante de Veterinária, que ele conheceu a brutalidade dos homens com seus pares e também com os animais, mas encontrou a mulher por quem se apaixonou. Marlena (Reese Whiterspoon) era a Encantora dos Cavalos, a principal atração e esposa do dono do circo: August (Christoph Waltz) um homem carismático, mas extremamente perigoso quando suas duas paixões estavam em jogo. (RC) ”

 

– É lindo e triste. Prepare-se para chorar em algumas cenas.

 

 

Espero que gostem, xoxo :*

Novo Carma

Nossa, tem muitas coisas novas na minha vida, essas últimas semanas renderam novidades e muita coisa mudou. Mas tem muita coisa que continua igual. Meus carmas. É, eu sofro disso. Para quem não sabe, Carma é :

“Coisa ou alguém que possui ligação de outras vidas…

Uma pessoa que sempre cruza seu caminho”

Pois é, quem me conhece, sabe como isso é frequente no meu dia a dia, eu luto contra, mas não sei o que acontece. Mas, deixando pessoas ruins do passado, para trás, tem alguns carmas novos me perseguindo, por exemplo, o do amor proibido. Depois do meu último namorado, não foi difícil gostar de outro garoto. Na verdade, cruzar com outro garoto. Eu nunca achei que fosse gostar tanto dele, e advinhem só, ele tinha namorada. E tem toda uma história por trás disso daí, que eu não vou contar aqui (sim, você vai morrer de curiosidade). Depois dele, sim, foi difícil encontrar outra pessoa pra gostar. Eu estava dando um tempo dos amores, ficando sozinha e eu estava gostando disso, até que… encontrei ele. É, ele. Ele é bonito, charmoso, tem um olhar distraído que me conquistou e dispara meu coração, mas advinhem! DE NOVO. Ele tem namorada. Me senti frustrada quando descobri e resolvi deixar pra lá. Juro que não vou fazer nada para me aproximar, vou respeitar isso, mas não quer dizer que eu não posso sentir uma paixãozinha em segredo né? Isso não faz mal…

Eu tenho certeza que isso já esteve, está ou estará presente na sua vida. Mas me irrita um pouco… você demora um tempão para encontrar alguém e dizer ‘é ele’ e quando você vai ver, ele não pode ser seu, porque outra pessoa já sentiu isso que você está sentindo e chegou primeiro. Você deve pensar que eu sou maldosa ou qualquer coisa do tipo, mas pode ter certeza, que eu não peço para essas coisas acontecerem comigo. Aí fico pensando “e se ele for mesmo a pessoa certa pra mim e eu pra ele, e ele estiver com a pessoa errada, será que eu devia fazer alguma coisa?” NÃO. É, pode parecer covardia, mas não é. Se tem uma coisa que eu aprendi na minha vida, foi que o destino está em cada pequeno detalhe, bem onde ninguém vê. Naquele olhar, que por um segundo, você perdeu. O destino não brinca em serviço, acredite em mim, ele faz exatamente o que tem que fazer, quando tem que fazer. Por isso, eu resolvi, de verdade, deixar isso pra lá e vamos ver o que acontece.

O CARA DOS MEUS SONHOS

 

Li uma crônica dia desses que descrevia o cara dos sonhos de alguém. Nela a autora certamente desabafava sobre os maiores erros e acertos dos homens que passaram por toda sua vida. Existindo ou não, no final do texto, consegui entender exatamente o que naquele momento ela (ou a personagem) procurava. Passei alguns minutos imaginando também como seria o cara dos meus sonhos. Senti um vazio chato por já não fazer ideia de como descrevê-lo com palavras. Então, o que era apenas um pensamento se tornou um desafio, e cá estou escrevendo sobre ele – seja lá onde estiver.

Acho que é isso. Não quero mais um amor. Quero alguém que me entenda até nas horas que eu já não consigo fazer isso sozinha. Não quero frases prontas, aliança e rosas vermelhas. Quero um abraço em silêncio e com falta de ar. Não quero ter que mostrar o caminho sozinha, quero aprender a não me importar tanto com a direção.

O cara dos meus sonhos sabe mais do que eu sobre a vida. É justamente isso que me faz querer estar sempre ao seu lado. Ele gosta dos pequenos e quase imperceptíveis detalhes.  Enxerga os meus, e enquanto brigo por coisas bobas do cotidiano, os repara em silêncio. E nesses momentos, ignora absolutamente tudo que digo. Depois me beija causando uma amnésia temporária – até eu entender que não vale a pena ter sempre razão.

Não me importo tanto com a cor dos seus olhos. Mas me derreto pela maneira com que eles me encaram quando acham que estou distraída. Também não me importa com a cor dos cabelos. Torço é para que ele não seja tão cuidadoso com eles – vou adorar bagunçá-los quando estiver com tédio. Ele não se preocupa tanto com o corpo. Não compra besteiras todo dia. Ama fotografia, livros e alguma outra coisa idiota que eu provavelmente odiarei  (e respeitarei) no futuro – talvez seja futebol, videogames ou sei lá, rock pesado.

Ele faz carinho no meu braço enquanto durmo. Ama viajar e ir ao cinema. Tem orgulho dos meus sonhos e faz questão de nunca se tornar um obstáculo. Ele não tem histórias mal-resolvidas com ninguém do passado. Já esteve dos dois lados – foi canalha e coitado. Viveu o que tinha pra viver, e no momento em que finalmente estiver ao meu lado, estará. Plenamente.

É nessa mistura de tempos verbais, que desabafo sua improvável existência. Ele não é príncipe, não é sapo e nem é meu. É do mundo. Por isso vou dormir e acordar, até chegar a hora certa de o ver (ou rever). Quero estar pronta por dentro e por fora. Pra no meio dessas grandes multidões de todo dia, a gente se esbarrar, olhar pra trás ao mesmo tempo e pensar: É você.

 

 

– Esse texto é da Bruna Vieira, dona do Depois dos Quinze, um blog que eu adoro.

Espero que tenham gostando, beijinhos :*

Editor de fotos.

Semana passada eu acei um site que edita fotos online, rapidinho! é tudo o que eu sempre quis! hahaha Desde então, eu virei a louca da edição de fotos. Olha algumas aí: