Acorde de Despedida

IMG_1712

 

É sábado a noite e eu to deitada em minha cama com o violão jogado e umas folhas de papel amassadas. Estava tentando compor uma música sobre você. Ou sobre simplesmente todos os amores da minha vida, que hoje não passam de meras lembranças que vem me perturbar de vez em quando. Mas eu simplesmente não consigo escrever nem um verso decente sobre as coisas que gostaria de dizer, os sentimentos estão entalados na minha garganta. Eu minto pra todo mundo todos os dias, dizendo que não te amo mais. Mas meu sorriso não nega a verdade. Você me deixa com as pernas bambas. Só o som do pronunciar do seu nome já me deixa boba. E esse é mais um texto que não era pra ser sobre você, mas é. Você disse esses dias que nunca é indiferente nas histórias da minha vida e eu neguei porque o orgulho me impediu de ser sincera, mais uma vez você estava certo. Sempre te chamei de mentiroso, mas você é o único que tem a coragem de me dizer todas as verdades. Aprendi a lidar com o sentimento e aguentar firme sempre que uma lágrima de lembrança tentar escorrer sobre minhas bochechas grandes, mas não consigo aprender a te esquecer. Não consigo te tirar da minha vida. Você já foi meu amigo, meu amante, meu confidente. Hoje, você é parte de mim e de tudo um pouco sempre que preciso.

A música simplesmente não saiu como eu tinha imaginado. Não consigo mais compor. Desde que resolvemos todos os problemas que existiam na nossa história, não consigo mais transformar sentimentos em acordes. Parece que nenhum ritmo é bom suficiente pra superar a primeira canção que realmente fiz pra você. E você nem sabe. Nem ouviu. E nem vai ouvir. Todos os acordes que toco nesse violão são pra um coração partido que está começando a viver feliz de novo. Só não consigo escrever música feliz. Dizem que artistas são muito mais produtivos na tristeza, por isso tantos vivem em depressão. São os melhores. Também dizem que os artistas enxergam tudo de uma maneira diferente do resto do mundo. Nisso eu concordo. Não vou me gabar ou me achar a tal da talentosa. Mas eu vejo tudo diferente. Eu vejo sempre mais verdade, mais sentimento, mais coração, mais sinceridade em olhares que à primeira vista parecem não querer dizer nada.

Talvez eu não consiga compor mais sobre você porque minhas canções não pertencem mais a você. Agora há outra pessoa que faz meu coração bater mais rápido. Borboletas no estômago. Sorrisos fora de hora. Arrepios. É assim que eu me sinto agora quando falo com ele. E é assim que queria me sentir de novo há muito tempo. Não vou te deixar pra trás, não precisa ter medo. Mas agora vou passar minhas tardes chuvosas de verão, com ele. Quem vai me observar dormir será ele. Ele é quem vai segurar a minha mão antes daquela prova que me deixa tremendo de nervoso. Ele é quem vai me ensinar coisas que até então eram totalmente desconhecidas pra mim. Já dizia minha terapeuta que um amor só se esquece com outro. Acho que achei meu acorde pra música nova.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: